Carlos Mariguella, 100 anos
(05/11/1911 - 04/11/1969)

Militante político, dirigente do Partido Comunista Brasileiro (PCB) e principal idealizador e fundador da Ação Libertadora Nacional (ALN), Magiuella foi um dos principais organizadores da luta armada contra o regime ditatorial, instalado no Brasil, a partir de Abril de 1964.

Um dos sete filhos do operário e imigrante italiano Augusto Marighella, da região de Emília, terra de destacados líderes políticos, e da baiana Maria Rita do Nascimento, filha de escravos africanos trazidos do Sudão (negros hauçás), nasceu no dia 05/12/1911, na capital Salvador (BA).

Aos 18 anos, enquanto cursava Engenharia Civil na Bahia, ingressa no PCB. Três anos depois, em 1932, é preso pela primeira vez, acusado de compor um poema satírico ridicularizando o então interventor da Bahia Juracy Magalhães. Libertado, muda-se para o Rio de Janeiro e novamente vai ser encarcerado em 1936. Resistiu a 23 dias ininterruptos de tortura nas mãos da polícia política comandada por Filinto Muller, covarde desertor da Coluna Prestes e sádico torturador.

Com a Anistia aos presos políticos, em 1945, ele retoma sua atividade partidária e é eleito deputado federal constituinte. Com a cassação do Partido Comunista Brsileiro, pelo governo de Eurico Dutra em 1947, retorna
próxima