Livro conta saga de mãe em busca do filho desaparecido durante ditadura

Foi relançado no dia 22/11/2012 o livro "Onde está meu filho?", que conta a saga de Elzita Santa Cruz em busca do paradeiro do filho Fernando Santa Cruz, que desapareceu durante a ditadura civil-militar no Rio de Janeiro.

Organizado por Chico de Assis, Cristina Tavares, Jodeval Duarte, Gilvandro Filho, Glória Brandão eNagib Jorge Neto, a obra foi editada pela Companhia Editora de Pernambuco (Cepe).

Pernambucano, Fernando desapareceu em 1974, aos 26 anos. Era casado com Ana Lúcia e tinha um filho, Felipe. Ele foi preso junto com Eduardo Collier Filho, no 23 de fevereiro de 1974, em Copacabana, no Rio de Janeiro, por agentes do DOI/CODI-RJ. Logo em seguida, seu apartamento foi invadido pelos órgãos da repressão.

No dia 14 de Março do mesmo ano, buscando saber do paradeiro de Fernando e Eduardo, as duas famílias foram ao DOI-CODI/SP, cujo carcereiro de plantão, conhecido como "Marechal", confirmou que os dois jovens estavam presos ali, só podendo receber visitas no Domingo, dia 17. Foram deixados objetos de uso pessoal para eles, que foram devolvidos depois, com a justificativa de que se tratava de um engano, pois os dois não estavam ali.

A família e os advogados de Fernando apelaram a
próxima